Meu livro favorito de todos os tempos (da última semana)

Oi, hoje eu voltei meio perdido. Eu pensei “Tem tanta coisa que eu quero falar que não tenho ideia do que dizer”. E acabei pensando em dar uma dica de livro. Pois bem, o livro que vou indicar é maravilhoso, e como já diz o título é o meu livro favorito.

A primeira coisa que tenho pra dizer se você for ler esse livro é que você não precisa se sentir intimidado pelas suas 895 páginas (Sim, é bastante, mas a diagramação é bem distribuída) porque o conteúdo vale tanto a pena. E pra vocês verem como a leitura é fluída eu já li ele 3 vezes, e pretendo ler mais uma vez, de tão bom que o negócio é. Sem mais delongas vou falar um pouquinho sobre a minha experiência com esse livro.

IMG_20151014_214930718
A capa é linda!

O livro em questão se você já deve estar arrancando os cabelos pra saber se chama Salto Mortal da autora norte-americana Marion Zimmer Bradley – muito conhecida pela sua saga das Brumas de Avalon – e conta uma história de amor entre dois artistas circenses (ambos trapezistas) durante os anos de 1944 e 1953.

Lançado em 1979, o livro que é narrado em terceira pessoa, conta história de Tommy, que cresceu no circo e é filho de ambos pais domadores de leões, mas tem o sonho de se tornar um trapezista. Pra sua sorte uma família de trapezistas tradicionalíssima – os Santelli – se juntam ao seu circo e ele conhece Mario (que na verdade se chama Matthew), o trapezista mais jovem do grupo, eles se tornam amigos, e ao verem potencial em Tommy, começam a treiná-lo para se juntar futuramente ao grupo.

Tommy acaba se mostrando um trapezista muito competente e recebe uma proposta pra treinar durante as férias de inverno com os Santelli, obviamente ele aceita e se junta permanentemente ao time. A partir daí Tommy se muda pra Los Angeles e  começa a treinar na casa da família, ao mesmo tempo em que seu relacionamento com Mario se intensifica e eles se descobrem apaixonados.

IMG_20151014_215611972
Eu juro que não vai demorar pra ler! (Sério)

A parte mais interessante da história é que ela consegue ser muito profunda e dramática sem cair no clichê. A escrita de Marion é muito fluída e me prendeu de um jeito que as quase 900 páginas passaram tão rápido que não percebi (Sério, eu lia fácil umas 80 páginas por dia). Já o relacionamento entre Tommy e Mario é um show á parte, já que a história é tão bem amarrada e cheia de cenas românticas (algumas bem quentes), de tão verossímil faz ser impossível não se identificar com os personagens, mesmo os mais secundários tem o seu valor e se fazem importantes pro desenrolar da história assim como o épico e maravilhoso desfecho, que sim, me fez chorar (E olha que eu não sou do tipo que se emociona fácil).

Vou ser bem sincero, esse livro eu não encontrei em livraria nenhuma (Nem online!), e depois de procurar um pouco eu encontrei em um sebo por um preço bem salgado pra um livro usado, valeu a pena porque eu realmente estava interessado, então não posso dizer onde vocês podem encontrar. Então bookaholics de plantão, garimpem os sebos!

IMG_20151014_215513349
No final das contas o verdadeiro romance aí é entre eu e o livro
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s